18 de jan de 2011

ADOÇÃO É RESPONSABILIDADE (esperava não precisar falar sobre este assunto)

Infelizmente a maioria das pessoas (não todas), ainda não entenderam a importância e a responsabilidade da adoção de um cão ou gato. Quando resgatamos um animal da rua não pedimos para que ninguém se sacrifique para adotá-lo, divulgamos o peludo com suas características físicas e de comportamento para que possamos presentear alguém com sua companhia, para que se alguém que quer de fato adotar, tenha um grande amigo para o RESTO DE SUA VIDA. Mas infelizmente algumas pessoas ainda não estão preparadas para este ato de amor, de doação e de troca. Adotar um animal significa recebê-lo em sua totalidade, entender e aprender a conviver com ele, e não transferir seus problemas ou suas decepções pessoais para cima do recém chegado. E depois simplesmente abandoná-lo novamente. Por que devolve-lo a um abrigo ou para uma nova tentativa de doação é quase o mesmo que abandoná-lo pois o animal acaba ficando marginalizado por ter sido devolvido e pode vir a ficar "encalhado".
Antes de pensar em adotar ou comprar tenha em mente que todos na casa devem estar dispostos a recebê-lo, que ele é um ser vivo que mia ou late, faz xixi, cocô, e precisa ser liderado para se manter equilibrado, apenas mimá-lo não ira resolver, mal tratá-lo muito menos. Desistir dele só irá transtorná-lo mais ainda. Cães precisam de passeios diários, pois são andarilhos por natureza. Precisam de atividade para canalizar sua energia em algo positivo, deixá-lo no quintal e achar que é grande o suficiente é criar uma bomba relógio que pode explodir em comportamento inadequado e doenças a qualquer momento.

Não se engane perguntando sobre comportamento canino ao seu veterinário. Eles não são especialistas em comportamento animal, eles estudaram e se aperfeiçoaram sobre saúde animal. Basta dizer que uma vez ouvi de um veterinário especialista de uma das melhores universidades, que gato não tem paladar, ele come o que a gente der... Conte isto para os gatos então pois não conheço um único gato que aceite comer o que não quer.
Sobre comportamento canino ou felino converse com especialistas no assunto. Cezar Milan o encantador de cães você encontra muitos de seus programas em português estão na internet. Deixe a preguiça de lado e curta passeios e brincadeiras com seu cãopanheiro, ame-o plenamente e seja feliz. O melhor amor que você pode encontrar é de um animal.
Mauro Arruda - blog cão comportado e site Petfeliz, protegendo os animais
Postar um comentário