13 de dez de 2010

Maya precisa de uma família de verdade!!!

Como todos que acompanham nosso trabalho já sabem, alimentamos diversos cães e gatos que vivem em uma favela ao lado de nosso condomínio, a situação deles é caótica e tentamos minimizar seu sofrimento ao máximo castrando, medicando e alimentando sempre que podemos, pois é uma área de difícil acesso e de complicada relação com os moradores.
Há algumas semanas uma cadelinha que tem “dono” deu cria a 3 lindos filhotes então fiz contato com a proprietária para doá-los mas foi em vão pois ela foi categórica em negar a doação. Eu a alimentava de madrugada (a casa é aberta e a cadelinha vive solta no córrego), pois era claro sua desnutrição e a dos filhotes. Após algumas semanas uma nova ninhada de 4 filhotes foi abandonada e eles ficaram juntos em uma época em que estávamos ajudando diversos outros, e apesar de alimentá-los, aos poucos foram desaparecendo (morrendo). Uma bela noite que notei a falta de alguns comecei a resgatá-los.
Foi quando trouxemos para casa o Alfredo e a Maya. Mas tínhamos uma vigem marcada para a mesma semana, já em casa detectamos que o Alfredo precisaria de muita atenção pois estava em um momento onde poderia morrer devido a uma virose, e que Maya estava saudável, alegre e brincalhona e apesar da sua carinha linda e meiga não podíamos tratar, dar soro, medicamentos, comida, e tudo que ele precisava, ela não lhe dava sossego, e o mais grave ainda seria confiná-los em um banheiro um doente e outro saudável. Foi quando tomamos uma decisão muito triste e que nos deixou com um forte sentimento de incapacidade, tivemos que devolve-la. Medicamos contra pulgas e carrapatos, vermifugamos e a alimentamos.

Depois da difícil e milagrosa recuperação do Alfredo graças a grande ajuda da Dr. Zilah e nosso retorno da viagem, percebemos que todos os outros não estavam mais na favela, inclusive a mãe...... Somente a Maya sobreviveu, por algum milagre foi poupada da morte por falta de cuidados de donos, “abandonar” não é apenas jogar nas ruas, é também não dar o devido tratamento e cuidado que um animal precisa, é jogar restos de comida de arroz e feijão ao invés da alimentação adequada, na quantidade necessária. Infelizmente a policia neste pais é uma vergonha e sempre que tentamos denunciar eles riem e dizem que não vão fazer nada. Foi então que decidi e resgatei, sem dúvida alguma e durante o dia mesmo, a nossa linda Maya, que passa por uma recuperação em um lar temporário na casa da querida amiga e parceira, quase uma sócia, rsrsr a Rose. Ela está ótima e será castrada antes de sua doação. Mauro
Postar um comentário