26 de out de 2010

Final feliz para cadelinha Chocolate.

Chocolate foi castrada, vomitou um pouco mas no dia seguinte já estava muito bem. Graças a Deus e a Silvia que a acolheu em seu coração, é uma a menos nas ruas para sofrer de fome, frio, medo, sede, desamparo e solidão. E vai saber quantas gerações de filhotes ainda viriam ao mundo, nasceriam nas ruas proveniente de uma fêmea sem castrar e que entra no cio a cada 6 meses. Chocolate saiu de uma vida de miséria e medo, para uma vida de mimos, amor, carinho e muito respeito.

"Ela é minha!!!!!!! Mal posso esperar até sábado. Ela será muito feliz e terá vida de princesa, como ela merece! Estou muito feliz com ela... Tenho certeza que vamos nos amar muito! Marta, dê muitos beijinhos de boa noite nela. Agora ela já tem caminha!!!!! Linda como ela... E a mamãe está ansiosa para ir buscá-la... Silvia"
Assim que a resgatamos tivemos mais certeza ainda o quanto especial é esta menina, do minuto que a pegamos, ela não desgrudou um só momento de nós, demonstrando a todo momento seu amor, afeto e gratidão, com a necessidade de estar sempre colada com alguma parte do seu corpo em nós. Passear com ela na primeira e segunda noite era quase impossível, Chocolate responde ao medo aflorando ainda mais sua doçura, ela procura proteção ao nosso lado, então enquanto caminhávamos, ela passava por entre nossas pernas em zig zag, se algo a assustava, ela se protegia ao nosso lado ou entre nossas pernas, uma figurinha... rsrsr Foi MUITO gostoso poder ajudá-la, que bem fez para a alma e o coração.

Chegou o momento tão esperado de conhecer sua nova família, Chocolate linda, depois do tratamento de beleza todo especial que ganhou no Espaço pra Cachorro (Hotel e petshop, neste eu confio), de bonezinho com óculos na cabeça (um presente da tia Renata, mãe da Peteca e Pipoca), ansiosa o que aconteceria com ela. Quando a família chegou, há que alivio, ela se entregou a eles no mesmo momento. E o amor foi recíproco. veja final feliz completo, fotos e depoimento http://www.petfeliz.com.br/
Postar um comentário