31 de mai de 2010

Novidades da Daslu!!!

31/5/2010 - Daslu foi castrar e descobrimos que ela já é castrada tadinha,comofoi parar na rua??? Possivelmente seu comportamento temperamental. Pesou 5 kg e agora está pronta para ganhar uma famíla...


30/5/2010 - Daslu está em um lar temporário e será castrada hoje. Seu comportamento está cada dia melhor, mas ainda é bravinha, seu medo faz com que ela se afaste e rosne, não ataca mas é sim capaz de morder se sentir acuada e em perigo. Perfil dela não é para quem tem criança, ou quem quer um cão para ficar no colo, infelizmente, ela precisa de uma dona que a ame e aceite que ela se entregue aos poucos...

Examinando ela sábado ela deu uma mordidinha no Mauro, ela avisou antes mas tínhamos que ter certeza que não era castrada ainda, depois se arrependeu e pediu desculpas. Você teria esta paciência de deixá-la confiar e amar você aos poucos???Ela também é doce e pede e aceita carinho, e depois que está no colo podemos até beijá-la. Já melhorou muito e será uma cadelinha amigona de sua dona, mas é temperamental... rsrsr Não é o tipo de cadelinha para dar de presente, a pessoa que tem que escolhê-la sabendo seu comportamento...

Frase do dia

"Quando fizeres algo nobre e belo e ninguém notar, não fique triste. Pois o Sol toda manhã faz um lindo espetáculo e no entanto, a maioria da platéia ainda dorme..." Takeshi

Campanha de castração do CCZ de SP

Se você mora na cidade de São Paulo pode castrar o seu cãozinho ou gatinho de graça! Cada pessoa tem direito a castrar até 10 animais gratuitamente!

O primeiro passo é fazer o cadastro e para isso você NÃO precisa levar o seu bichinho. Basta comparecer ao Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) levando RG, CPF, comprovante de residência em seu próprio nome, carteira de vacinação de cada animal a ser esterilizado e o RGA (quem não tiver pode tirar na hora). Você receberá uma Guia de Encaminhamento para a Clínica Credenciada mais Próxima de sua Residência e você mesmo deverá ir à clínica agendar a cirurgia em um prazo de 15 dias - depois disso a guia perderá a validade.


Desde abril de 2010, o CCZ mudou a forma de atendimento. Não há mais distribuição de senhas e o atendimento agora é feito de segunda à sexta, das 09h00 às 16h00, e aos sábados, das 09h00 às 13h00.



Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) de São Paulo

Rua Santa Eulália, 86, Carandiru - perto do Campo de Marte

Informações sobre castrações:

(11) 2221-0449 / 3397-8922 (diretos) ou 3397-8900 (PABX)

Daslu, linda cadelinha mini porte para adoção.


Esta é a Daslu, ganhou este nome pois é metida a cadelinha de raça, mas é genérica rsrsrs Daslu andava pelas ruas há meses, mas acreditávamos que ela tinha dono e que o irresponsável deixava sair para passear, foram meses vendo-a esporadicamente. Há uns 4 dias a vimos como sempre, falei para o Mauro que se continuasse a vê-la por aí iria resgatá-la (se a “pensão” estivesse livre) pois estava mal, muito magra e pêlos muito mal tratados e embolados. Boca santa! Não é que de repente ela apareceu no condomínio e horas ficou por aqui, andando de um lado para outro, assustada, o porteiro comentou que estava desde manhã andando no condomínio.

Fugia apavorada de repente com muita paciência, devagarzinho ela foi se deixando aproximar, encostando em mim mas não se deixava pegar. Percebemos que realmente estava abandonada há meses, tinha se tornado um bichinho do mato, só rosnava e não aceitava carinho, colo, não conseguíamos ganhar sua confiança. Foi a força e a base de muito medo, uivados, latidos e mordidas que o corajoso Mauro rsrsr conseguiu pegá-la. Chegou aqui foi medicada contra pulgas e carrapatos, foi vermifugada e fiquei tentando acalmá-la... Depois de comer, pasmem para uma cadelinha que deve pesar uns 3 kg, 1 lata de ração úmida e o equivalente a 2 latas de ração seca, depois de todo stress ela tirou uma soneca ao meu lado, encostada em minha perna, chegou a roncar... Confesso que chorei de tristeza ao ver um anjinho deste tamanho, tão inocente com tanto medo e em completo estado de abandono. Seu medo foi o que a fez sobreviver nas ruas,mas a fome e sede que ela estava... Mas tive imediatamente a certeza que não desistiremos de ajudá-la. Veja o vídeo da Daslu e entenda esta baixinha...

Com muito amor, respeito, paciência, compreensão esperamos amolecer novamente o coração desta lindona. Marta 11 8623 2995 ou petfeliz@petfeliz.com.br

28 de mai de 2010

Final feliz e merecido ao Hot!!!

Desta vez a Rose foi o grande anjo na sua vida pois estávamos com Happy e se não fosse sua ajuda imediata em acolhê-lo no mesmo dia do resgate, não poderíamos ter salvo este fofo... Além de abrigá-lo alguns dias até encontrar um lar, ela alimentou, cuidou e pagou a sua castração... Hot saiu de sua casa direto para o colo de seus novas donos. Espero que ela entenda quantas vidas está nos ajudando a salvar com seu amor que liberta e conseguindo oferecer lar temporário. Muito obrigada Rose!!!

Emerson e Karina estavam á procura de um cãopanheiro para viver em com eles como filo mimado, “em baixo do ededronzinho”como ela mesmo falou, os dois amam bichos, e estariam indo ao CCZ escolher um novo amigo neste fim de semana se não tivessem encontrado o Ho t e se apaixonado perdidamente por ele. Os dois cãopanheiros da Karina (inclusive um resgatado das ruas), ficou com os pais e depois de um ano, acharam que chegou a hora de terem um filho “canino” rsrsr. Sorte de mais um anjo que teve o privilégio de ser adotado por eles...
Hot ganhou tanto carinho desde o momento que chegamos que cheguei a desejar ser ele... Ele será MUITO mimado mesmo, o amor que os pais deram para ele naquela meia hora em que conversamos já deu para sentir como sua vida será repleta de amor, respeito, felicidade... Tinha sido castrado no mesmo dia, então tudo era motivo para abraçar e acariciar esta fofo. De lá já saíram direto ao Pet Shop abastecer o Hot de mimos,ele estava de gravata preta (bem chique) e uma guias simples que doamos normalmente (apenas para a segurança dele e dos pais), mas acho que nesta nova vida terá tudo que precisa e merece, e muito mais... Obrigada Emerson e Karina por este ato de amor...

Final feliz da Hapy!!!

Ivone tem acompanhado o Petfeliz a algum tempo, em sua casa de campo tem5 cães, mas aqui no seu apartamento não tem nenhum, e sente falta de uma cãopanheira para toda as horas. Ambas se beneficiarão com esta amizade com certeza, Happy é só alegria, ama cães, pessoas, andar e carro, brincar e pular, e até dormir no sofá vendo TV coma mãe, é uma cadelinha polivalente que irá completar a vida da Ivone como mais um ente da família. Ela viverá em um apartamento em Pinheiros e será muito feliz.
Ivone se apaixonou perdidamente na verdade depois que viu o vídeo da princesinha, e mostrou aos filhos e a dúvida que tinham entre 3 cães (todos resgatados das ruas) acabou e a escolha foi unânime. É a Happy!!! Marcamos da Ivone e filha virem “conhecê-la”, sempre pinta aquelas dúvidas antes de adotar, mas a paixão foi imediata. IMEDIATA!!! Happy estava serelepe, parecia que já tinha sacado a mudança em sua vida. As fotos com a irmã Ana, será muito mimada, amada e feliz como ela merece, pelo resto dos seus dias... Saiu de lá no colo da Ivone ganhando muito carinho... Amei!!!

27 de mai de 2010

Hot, mais um resgatado que procura amor e carinho...

Hot (de Hot dog rsrs) apareceu perambulando na rua, estava catando lixo desorientado, estamos ainda com a Happy que foi castrada ontem e está para doação (veja este vídeo que linda!!!). Tínhamos saído para comer pizza, não conseguimos jantar fora mais chegamos com uns 5 kg de salsicha... rsrsrs Quando ví ele nesta situação fiquei comovida e falei para o Mauro voltar com o carro, sua magreza, e por ser pequeno, de raça, na rua sozinho eu enxergo muito, é isto que o Mauro fala... Fomos conversar com ele mas seu medo era tanto que ele tremia, e quando o Mauro tentou pegá-lo no colo, uivava... Comecei a perguntar para todos se o conhecia, se ele tinha dono, e disseram que ele estava por lá há horas abandonado...
Veio no meu colo tremendo muito, e eu acalmando ele, fazendo massagem, conversando com ele... Não quis comer nada, nem ração úmida, medicamos contra pulgas e vermifugamos, estamos com ele desde sábado á noite e todas as vezes que passo por lá, procuro placas ou faixas de possível dono ou fuga, mas acho que foi descartado mesmo, está MUITO magro mas está em um lar temporário de uma pessoa maravilhosa e tem se mostrado uma companheiro na causa, e já está engordando aos poucos.
Hot será castrado nesta quina feira e precisará de um lar. Ele precisa de companhia, precisará se adaptar, é manhoso e ama carinho... Ainda não o divulguei nas comunidades nem no site, estou mandando este e-mail a vocês, pessoas especiais que ajudam o Petfeliz para que ele tenha a chance de ganhar uma família maravilhosa, que ame e respeite todos os abandonados (vocês), independente da raça... Outros precisarão de ajuda e temos que ter espaço para ajudar.

Ele é um amor, carente e precisa muito de um lar definitivo, madrinha, mas acima de tudo precisa de muito amor. Marta 11 8623 2995 ou petfeliz@petfeliz.com.br


25 de mai de 2010

Assista a este vídeo da Happy


25/5/2010 - Happy já foi castrada e passa muito bem, pesou 10 kg e já está em seu tamanho definitivo, não crescerá mais. Um delícia de cadelinha, feliz, brincalhna porém bem tranquila, adora brincar de bolinha. Ela corre atrás, pega e trás, detalhe que ela solta a bolinha na nossa mão, um charme...


O jeitinho meigo, ela esconde a carinha para fazer manha, mostra a barriguinha e faz linguinha. Adora dormir coberta, veja que preciosidade mas nãose engane que ela nãorejeita uma brinadeira. Apaixionante!!!

Permita-se ganhar um presente que mudará sua vida para melhor. Happy tá louca para levar alegrias e brincadeiras a sua nova família. Não rosna para nada, late apenas quando passeia e vê algo estranho, mas é raro... Fica muito tranquila no apto e é uma fofura mesmo...

Para adotá-la: Marta 11 8623 2995 ou petfeliz@petfeliz.com.br

Veja este vídeo da Happy (que está para adoção) quando tiver tempo... http://www.petfeliz.com.br/videos/happy_linda.wmv

22 de mai de 2010

Happy, uma cadelinha que é só alegrias...

Preciso de um lar...

Esta é a Happy, o nome já diz tudo, como ela está feliz em ter sido resgatada, e demonstra isto de todas as maneiras, fazendo festinha, lambendo, beijando, pulando, sorrindo... Fomos buscar uma doação de medicamentos e na volta, eu ví esta princesinha deitadinha em um ponto de ônibus em plena Av Corifeu de Azevedo Marques, com um olhar perdido, triste, ignorada pelas 7 pessoas que ali estavam... Por alguns segundos refleti e pensei comigo mesma “o que está fazendo, o que vai ser desta pequena aqui, nesta av. tão movimentada, e parece ser fêmea, logo estará no cio, se já não estiver prenha”...
Falei para o Mauro que havia visto uma cadelinha que precisava MUITO de ajuda, ele me perguntou como eu sabia que era fêmea, eu respondi que não sabia, que ela estava deitada enroladinha, mas que eu achava... Demos uma volta enorme e quando chegamos ele já tinha desistido do que estava procurando, e estava deitadinha e preparada para passar algumas horas ali para descansar.
Chegamos e quando coloquei a ração no chão e a chamei, ela veio cheirar e ao perceber que era ração,ficou toda festeira e feliz. Não queria comer e perder tempo do meu carinho, e se eu fosse embora. O Mauro que ainda estava ressabiado, se derreteu ao ver que em poucos segundos já estava lambendo meu rosto, se espreguiçando, fazendo charme e graça, e eu estava certa, era uma fêmea (não castrada) de uns 9 meses. Ou já teve cio ou está prestes a ter.

Happy veio tranqüila na caixa de transporte,chegou fazendo festa,conhecendo tudo, mas o mais importante é que ela dormiu como há muito tempo não dormia, tranqüila, segura e de barriga cheia... Não tinha carrapatos e foi medicada contra pulgas, então substituiu a coceira constante por uma boa noite de sono. Happy será castrada, foi vermifugada, está magrinha mas aparentemente MUITO saudável, e estava muito suja, mas já tomou um banho e agora já está linda, cheirosa, escovei seus lindos pêlos e tirei os chicletes grudados. Deve pesar uns 7 a 8kg e não crescerá mais, é menor que um poodle médio e se adapta bem em apto. Muito amável com crianças...
Ela se adaptou muito bem a nossa rotina, é inteligente e muito amorosa, é beijoqueira, adora dar e receber beijos, é uma filhotona de uns 9 meses, e agora quer uma família para conquistar. Seu passado jamais saberemos, mas seu futuro, e da família que adotá-la será de muitas alegrias e amor...

Ele é uma princesinha e precisa muito de um lar temporário ou definitivo, precisa de madrinha para acompanhamento, medicamentos e castração, precisa de um lar, mas acima de tudo, precisa de muito amor. Tenho certeza que a feliz família que adotar terá a sorte deter um ser com letamente feliz mesmo como pouco que receba... Veja mais http://www.petfeliz.com.br/

Marta 11 8623 2995 ou petfeliz@petfeliz.com.br

21 de mai de 2010

Que tal adotar uma cãopanheira???

Resgatamos uma linda cadelinha pq/med porte, uns 9 meses,muito amorosa e peludinha, LINDA e carinhosa!!! Fotos: petfeliz@petfeliz.com.br

19 de mai de 2010

O que é ser um protetor de animais?

Hoje em dia a proteção animal virou um modismo. Muita gente acha bacana dizer que é “Protetor de Animais”, mas o que exatamente ser um “Protetor de Animais”?
Para começar gostaria de esclarecer que proteger animais não é chamar uma ONG ou ligar para um protetor independente quando um animal está sendo mal tratado. Proteger animais também não é ficar no computador apenas repassando pedidos de ajuda, nem se sentir no direito de exigir e cobrar que pessoas ligadas a causa façam o que você considera certo fazer. Estas são apenas formas de divulgar ações e necessidades ligadas a causa, e não a proteção em sua essência.

Em primeiro lugar é importante saber que protetores de animais são pessoas iguais a você, eles trabalham, estudam, possuem família, filhos, quintal pequeno, moram em apartamento em alguns casos, mas decidiram arregaçar as mangas e fazer a diferença. Um dia desses eu ouvi que “ser protetor de animais é um apostolado”, e isso significa você dedicar sua vida, seu tempo e seu dinheiro a uma causa que muito provavelmente “nunca” lhe trará nenhum retorno material. Consiste também em mudar seus hábitos alimentares (parar de consumir carne), hábitos de diversão (rodeios, vaquejadas, touradas, feiras de exposição, de exploração, de competição, etc.), hábitos de consumo (roupas de origem animal como casacos de pele, etc.), hábitos em geral.
O “protetor de animais” muda sua visão em relação a vida, passa a respeitar toda forma de vida, passa a lutar pela defesa dos direitos dos animais, pela castração, pela adoção, por leis mais rígidas e que os defendam, pela conscientização da população, contra a exploração animal em todas as suas formas, contra o comércio de animais, etc.

Ninguém muda estes hábitos facilmente, nenhuma pessoa que conheço amanheceu e disse: a partir de hoje sou um protetor de animais e vou deixar de fazer tudo o que fiz a minha vida inteira. A vontade de ajudar nos impulsiona a levantar e ir, com o tempo criamos cada vez mais a consciência em relação aos assuntos relacionados à causa, nossos hábitos são mudados aos poucos e gradativamente.
É uma luta pessoal contra nós mesmo, e em alguns casos, contra nossos familiares que não conseguem entender e aceitar essa mudança. Ser um “protetor de animais” é ter responsabilidade social de maneira totalmente independente da caridade. Promover a conscientização em relação ao respeito dos animais é uma das bandeiras mais importantes da causa, fazer com que as pessoas enxerguem que o animal tem uma vida que precisa ser respeitada, é uma batalha constante. Os animais existem da mesma maneira que todos nós, possuem suas individualidades e não estão aqui para nos servir. Os defensores dos animais devem ser felizes com sua bandeira, devem se orgulhar do que fazem. Se defender animais te trouxer algum tipo de angústia, talvez seja a hora de repensar e mudar de causa.

Os animais precisam de pessoas sensatas, que estejam sempre empenhadas em aprender, que estejam dispostas a tentar mudar o mundo, mas se conseguirem mudar apenas a pessoa que está ao seu lado, já fizeram muito mais do que 99% da população. Os animais não podem se defender, eles só têm a nós, seres humanos, para defendê-los, e exatamente por isso temos que nos manter equilibrados para fazê-lo, e fazer com prazer, paixão e de maneira otimista. Pessoas agressivas e desacreditadas, não apenas na causa animais mas em todas as causas, geralmente não conseguem atingir seus objetivos na sociedade, pois não conseguem desenvolver o potencial necessário para valorizar a causa que defendem.
Tenha sempre a frente, e como referência, pessoas inseridas na causa e que desenvolvam um trabalho baseado na seriedade e, acima de tudo, idoneidade. Fuja dos falsos protetores, pessoas que estão inseridas na causa tentando tirar benefícios materiais ou prestígio. Acredite em você e em seus objetivos, arregace as mangas e faça, não tenha projetos alimentados apenas pela esperança, estabeleça objetivos e metas, faça você também a diferença. Pense qual a melhor forma de ajudar os animais, quais os seus pontos fortes, se você gostaria de trabalhar com resgates, com adoção, com maus tratos, com educação, contra exploração, etc. Acredite em você, e dê o seu melhor.

Abrace uma causa, qualquer causa, mas faça-o com responsabilidade e de coração aberto. Mude seus conceitos, abandone os preconceitos e faça a diferença. Lilian Rockenbach

O que é ser um protetor de animais?

Hoje em dia a proteção animal virou um modismo. Muita gente acha bacana dizer que é “Protetor de Animais”, mas o que exatamente ser um “Protetor de Animais”?
Para começar gostaria de esclarecer que proteger animais não é chamar uma ONG ou ligar para um protetor independente quando um animal está sendo mal tratado. Proteger animais também não é ficar no computador apenas repassando pedidos de ajuda, nem se sentir no direito de exigir e cobrar que pessoas ligadas a causa façam o que você considera certo fazer. Estas são apenas formas de divulgar ações e necessidades ligadas a causa, e não a proteção em sua essência.

Em primeiro lugar é importante saber que protetores de animais são pessoas iguais a você, eles trabalham, estudam, possuem família, filhos, quintal pequeno, moram em apartamento em alguns casos, mas decidiram arregaçar as mangas e fazer a diferença. Um dia desses eu ouvi que “ser protetor de animais é um apostolado”, e isso significa você dedicar sua vida, seu tempo e seu dinheiro a uma causa que muito provavelmente “nunca” lhe trará nenhum retorno material. Consiste também em mudar seus hábitos alimentares (parar de consumir carne), hábitos de diversão (rodeios, vaquejadas, touradas, feiras de exposição, de exploração, de competição, etc.), hábitos de consumo (roupas de origem animal como casacos de pele, etc.), hábitos em geral.
O “protetor de animais” muda sua visão em relação a vida, passa a respeitar toda forma de vida, passa a lutar pela defesa dos direitos dos animais, pela castração, pela adoção, por leis mais rígidas e que os defendam, pela conscientização da população, contra a exploração animal em todas as suas formas, contra o comércio de animais, etc.

Ninguém muda estes hábitos facilmente, nenhuma pessoa que conheço amanheceu e disse: a partir de hoje sou um protetor de animais e vou deixar de fazer tudo o que fiz a minha vida inteira. A vontade de ajudar nos impulsiona a levantar e ir, com o tempo criamos cada vez mais a consciência em relação aos assuntos relacionados à causa, nossos hábitos são mudados aos poucos e gradativamente.
É uma luta pessoal contra nós mesmo, e em alguns casos, contra nossos familiares que não conseguem entender e aceitar essa mudança. Ser um “protetor de animais” é ter responsabilidade social de maneira totalmente independente da caridade. Promover a conscientização em relação ao respeito dos animais é uma das bandeiras mais importantes da causa, fazer com que as pessoas enxerguem que o animal tem uma vida que precisa ser respeitada, é uma batalha constante. Os animais existem da mesma maneira que todos nós, possuem suas individualidades e não estão aqui para nos servir. Os defensores dos animais devem ser felizes com sua bandeira, devem se orgulhar do que fazem. Se defender animais te trouxer algum tipo de angústia, talvez seja a hora de repensar e mudar de causa.

Os animais precisam de pessoas sensatas, que estejam sempre empenhadas em aprender, que estejam dispostas a tentar mudar o mundo, mas se conseguirem mudar apenas a pessoa que está ao seu lado, já fizeram muito mais do que 99% da população. Os animais não podem se defender, eles só têm a nós, seres humanos, para defendê-los, e exatamente por isso temos que nos manter equilibrados para fazê-lo, e fazer com prazer, paixão e de maneira otimista. Pessoas agressivas e desacreditadas, não apenas na causa animais mas em todas as causas, geralmente não conseguem atingir seus objetivos na sociedade, pois não conseguem desenvolver o potencial necessário para valorizar a causa que defendem.
Tenha sempre a frente, e como referência, pessoas inseridas na causa e que desenvolvam um trabalho baseado na seriedade e, acima de tudo, idoneidade. Fuja dos falsos protetores, pessoas que estão inseridas na causa tentando tirar benefícios materiais ou prestígio. Acredite em você e em seus objetivos, arregace as mangas e faça, não tenha projetos alimentados apenas pela esperança, estabeleça objetivos e metas, faça você também a diferença. Pense qual a melhor forma de ajudar os animais, quais os seus pontos fortes, se você gostaria de trabalhar com resgates, com adoção, com maus tratos, com educação, contra exploração, etc. Acredite em você, e dê o seu melhor.

Abrace uma causa, qualquer causa, mas faça-o com responsabilidade e de coração aberto. Mude seus conceitos, abandone os preconceitos e faça a diferença. Lilian Rockenbach

18 de mai de 2010

Mais motivos para participar do 2º Jantar Petfeliz...

]


Participe do Jantar Petfeliz para ajudar os animais de rua, uma maneira gostosa e divertida de provar que se importa. Estaremos vendendo os convites apenas antecipados para ter idéia de quantas pessoas irão, convites limitados. Compre o seu!!! Conto com sua presença.

• Sorteio de:

2 caixas com diversos cupcakes Isa Cake Designer,

Exemplares para todos os articipates e um kit especial a ser sorteado da Papo de Pet,

2 castrações no Reino do Pet,

4 produtos personalizados: 2 havaianas, 1 almofada e 1 caneca, todos com logo Petfeliz da Imagine e Personalize,

1 banho e tosa + hidratação + sessão de fotos durante e depois do banho e 1 cesta de petiscos da Espaço pra Cachorro,

2 imãs de geladeira (1 gato e 1 cão) e 1 chaveiro de gato da Eccletika,

1 vacinação para 1 cão (V10 + Raiva) e vacinação para 1 gato (Quadrupla + Raiva) da Dra. Hanni Burckas

2 kits de fantasia sensual da TuttiFrutti e mais...

Compre seu convite: http://www.petfeliz.com.br/hotsites/jantarpetfeliz08062010/index.html

Final feliz Marylo, agora se chama Perola!!!

Marylo teve a sorte de ser resgatada, mas teve muita sorte também em ter a oportunidade de passar uns dias no lar temporário com a Ro e sua família. Quando a resgatamos, Marylo demonstrava tristeza e depressão, demorou a se entregar, mas tamanha nossa surpresa quando depois de apenas 5 dias no lar temporário, quando fomos buscá-la pois iria ganhar seu lar definitivo, seu semblante e alegria era de impressionar, ela estava alegre, linda, sorrindo, fez muito bem a ela tanto amor e mimo, Marylo era outra cadelinha...

Foi emocionante. Alice (adotante do Jeff, mascote do Restaurante Farfalla rsrs) indicou a amiga Gisele que queria adotar uma nova cãopanheira e uma amiga para sua deliciosa Boxer de 3 anos. Gisele e sua filha se apaixonaram pela história e fotos da Marylo, não tiveram dúvidas e marcaram o encontro para o dia seguinte. Quando eles se encontraram foi emocionante, a paixão parece que foi imediata tanto da Gisele como da filha, e a nova irmã canina também que só queria brincar. Marylo estava de laçinho vermelho, perfumada, sorridente, alegre e feliz.

Com certeza com tanto amor nossa Marylo vai dar muitas alegrias para sua nova família, que saiu de lá direto ao veterinário, dia de princesa pois ganhou banho e tosa, além de compras na Cobasi... Um mimo!!! Agora seu novo nome é Pérola (lindo), como nós não pensamos neste nome antes? É a carinha dela. Rsrs

Família já mandou fotos e depoimentos... veja história completa e novidades

14 de mai de 2010

Casquinha, mais um PetFeliz!!! Mostrando que tudo é possível...

Casquinha foi resgatada em um estado deplorável de sarna avançada e desnutrição, com apenas 5 meses, passou a infância se coçando, fugindo, com fome... Chegou assustada, faminta  e medrosa, sofreu muito mais do que muitas pessoas poderiam suportar, mas em alguns dias estava com a alma curada e com o tratamento adequado, alimentação correta e muito amor, a
pele também começou a se curar. A Andréa Freixeda (da Biofauna), sempre repassa nossos e-mails e com isto a Raquel e a mãe Marisa puderam conhecer o
Petfeliz, as diversas histórias e a Casquinha.

Mas queriam adotar um que realmente precisasse, então o primeiro candidato foi o Alberico, rejeitado pela sua péssima aparência de sarna e as orelhas feridas, magro e etc, mas chegaram tarde pois foi doado para uma mãe maravilhosa. Depois a Ginger, cadelinha problema, rsrsrs que apareceu castrada, mas chegaram tarde pois ela ganhou uma família perfeita, e agora com a deliciosa Casquinha, que ganhou este nome pois era uma casca só de tão ferida, mas que agora eu associo a casaquinha crocante do pão  francês, casquinha de queijo derretido, casquinha de sorvete.. uma delícia de cadelinha.

Casquinha foi viver em Bragança Paulista, terá 2000 mts de terreno para brincar com seus irmãos caninos, um Golden (fiquei muito feliz com isto pois ela AMA brincar e correr, acho que serão grandes amigos, e disputarão bolinhas rsrs), um buldog e uma salsichinha. Marisa chegou grudando na Casquinha, olhando os dentes e dizendo que vai escová-los (ela é dentista rsrsr), e beijando. E não é que Casquinha encontrou uma fã no Carrefour, se encantou com ela de vestido florido que tia Renata (mãe da Pipoca e Peteca deu). Linda!!! A mãe amou logo de cara, ela será muito miada mesmo!!! Obrigada a todos de todo coração, que de alguma forma participaram do processo de cura e doação da Casquinha. Obrigada a nova família, as madrinhas, a todos que repassaram e torceram... Que sensação maravilhosa, de missão cumprida, como foi bom ajudar a Casquinha...

10 de mai de 2010

Maravilhosa cadelinha poodle ou mestiça de 1 ano, será castrada nesta segunda, procura um lar...


Linda de morrer, muito carente e meiga, vagava com peitoral, muito suja e cheia de nós. Joven, deve ter um aninho, precisa de amor e carinho, além de segurança... è uma maravilhosa poodle ou mestiça porte médio. Será castrada seguda feira 10/5. PRECISAMOS URGENTE DE LAR TEMPORÁRIO OU DEFINITIVO, NÃO DÁ PARA FICAR COM AS DUAS... Acompanhe as novidades Marta 11 8623 2995 ou petfeliz@petfeliz.com.br

7 de mai de 2010

Que tal uma Casquinha? Com uma lição de vida de brinde?

Eu e a Marta  fazemos isto a muitos anos, e a cada bichinho que resgatamos, seja cão ou gato, nos ensinam uma lição.
Desta vez, a lição foi uma das mais importantes da minha vida, nunca desista, seja qual for a situação que você está passando. A Casquinha foi encontrada no estacionamento do nosso condomínio, exatamente depois de uma seqüência de resgates. Tínhamos conseguido um lar temporário para  a linda gatinha. Nossa intenção era descansar o final de semana depois de um mês de resgates ininterruptos.  Assustada, acuda embaixo de um carro, aquele ser que nem de longe parecia um cachorro, veio em nossa direção, assustada, vinha e voltava para seu esconderijo diversas vezes, até que resolveu se aproximar, não tivemos dúvida, era nosso famigerado banheiro ou á vida dela.
Não sei se preciso dizer que estava sarnenta, que com certeza, nas mãos de muitos outros seria sacrificada, estava faminta e morta de sede. E ai veio a sua lição, assim que recebeu uma lasquinha de afeto, seu rabinho começou a sacudir e percebemos até um leve sorriso em seu rosto. No dia seguinte após uma deliciosa noite de sono e um banho restaurador, nossa deliciosa Casquinha, apesar de sua aparência, se sentia uma cachorra novamente, tenta brincar com todos que passam, adora andar de carro, e é só se agachar para receber um monte de lambidas e muito carinho. Tudo isso me serviu para entender que o que fazemos por estes bichos é muito pouco em relação ao que recebemos deles, que nos amam em poucos minutos de relacionamento, que nos defendem independente das intenções de quem passa ao lado. Que nos aceitam mesmo sem termos nada para oferecer. Que nada nos pedem e nada esperam a não ser um afago. Me sinto um ser privilegiado, não por ajudá-los, mas sim por aprender de cada bichinho que passa na minha vida uma lição que nenhuma religião, ciência ou avatar conseguiu ensinar.

Sei que não vamos resolver o problema do abandono, seria muita pretensão, mas sei também que na vida de cada um que tiramos das ruas e entregamos com amor pra suas novas famílias, fizemos toda  diferença. Casquinha já foi castrada e precisa de um lar... 11 8623-2995 Marta

Antes

3 de mai de 2010

Charlize gatinha descartada com menos de 1 mês, com final feliz!!!

Charlize ganhou duas mães maravilhosas, será muito feliz e amada!!!

Graças ao lar temporário, mesmo que de alguns dias, Charlize aprendeu a ser uma gatinha ativa, apesar de seu tamanho... rsrsrs Andrea acompanha o site Petfeliz há uns 4 anos, já ajudou mas nunca havia se encorajado a adotar outro anjinho, até que recebi este e-mail: "Queria saber da Joaninha, ops, Charlize. Ela já tem pretendente?? Rsrs Pensei tanto antes de enviar este e-mail. Algumas pessoas dizem q eu não preciso de mais um gato, afinal tenho 3 e um dog, o Guga. Outros dizem q se meu coração diz para adotá-la eu tenho q fazer. Sabe Marta, fiz tantas coisas através da razão e ainda não descobri os benefícios. Acho que quero adotá-la, não sei, um sentimento forte... Faz mais de 3 anos q perdi minha Elis (gatinha) de câncer com 8 anos. Puts, choro até hoje apesar de ter mais 3 aqui (todos órfãos e adotados e idosos com mais de 11 anos ), mas penso q já fiz meu luto. E que luto. Essa baixinha ainda está disponível?? rsr Bj, Andrea Pivatto"

Marcamos de nos encontrar no shopping Eldorado, lá estava nossa gatinha com um lacinho maior que ela, rsrs, cheirosa e ativa... De pensar como ela estava quando a resgatamos, mal podia andar, agora entendo que era fome e desidratação... Expliquei que eu a doaria com o compromisso de castrá-la daqui ha 2 meses, e ela disse que ótimo, os bichos dela são castrados e ela perdeu sua Elis com câncer, saber que a Charlize, assim que castrada, não terá mais cãncer de mama, de útero ou ovário é um alívio!!!

Quando a mãe e a avó viram Charlize, nossa foi amor ao primeiro colo,rsrsrs elas amaram a baixinha, e Charlize mega saudavel, não queria mais saber de colo. Mais um anjo resgatado no momento do abandono, recuperado e com um final muito feliz. Agradeço a todos que repassaram, a Tatiana Bucheroni por nos ajudar com as despesas dela, a nossa colaboradora anônima por oferecer lar temporário nos ajudando a salvar vidas, e a Andrea, por abrir o coração a esta fofura... Sem vocês nossa filantropia seria mais difícil, ou até impossível. OBRIGADA!!!



Veja mais fotos e história completa http://www.petfeliz.com.br/

1 de mai de 2010

Casquinha está muito mal, mas ficara bem recisa de nossa ajuda!!!

Resgatada ontem 1/5, está comigo nomeu banheiro mas precisará de tratamento, castração, lar temporário, medicamentos, amor, carinho e depois um lar definitivo... Que tal fazer parte desta história????

Foram 8 animais resgatados nestes últimos 22 dias, 6 ja ganharam um lar e uma familia, gatinhaCharize e Floppy estão em lares temporários, Casquinha está comigo...
Precisamos de ajuda, madrinhas, divulgação e famílias para adotar esta galera!!! rsrsrs

Marta 11 8623-2995 ou veja mais http://www.petfeliz.com.br/